sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Roberto no se mueve

~
Roberto ya está en el punto de mira del Tottenham y del Fulham, sobre todo de la escuadra de White Hart Lane, para enero, pero ayer, en Radio Zaragoza no pudo ser más contundente sobre una posible salida en el próximo mercado invernal. "No está en mis planes irme en enero y no me planteo otra cosa. Por supuesto que me veo toda la temporada aquí y también más años", señaló el guardameta, cuyos derechos económicos pertenecen a un fondo en el que participa Agapito Iglesias, y que está cedido en el Zaragoza a cambio de 300.000 euros y de que el club aragonés asuma una parte de su ficha. Ese fondo de inversión necesita sacar rendimiento a los 8,6 millones de euros que pagó al Benfica, pero el arquero madrileño quiere acabar la temporada como zaragocista.
"Nadie puede asegurar, ni el más grande de los cracks, que mañana va a seguir en el club que está, porque cada vez influyen más cosas en el fútbol", dijo el meta, que sabe, por lo que ha leído, del interés del Tottenham y del Fulham, pero que no se imagina marchándose en enero. "Miro al día a día y es normal que se generen esos comentarios y noticias. Es hasta bueno, porque indica que estoy trabajando bien, peor sería que se dijera que me quieren echar en diciembre. En todo caso, no es algo que me preocupe más de la cuenta, yo quiero estar aquí, en el Zaragoza", recalcó. El Tottenham, en concreto, busca un relevo para Heurelho Gomes y podría ofrecer hasta 8 millones de libras (9,2 millones de euros) por el portero, según se asegura en Inglaterra.
La intención de Roberto es permanecer toda la temporada y es difícil que en el mercado invernal se dé una inversión tan alta por un guardameta, ya que ese tipo de apuestas tan elevadas son más habituales en el mercado veraniego. Ahí, una vez que acabe la temporada, la continuidad de Roberto, sobre todo si mantiene el nivel actual, no será nada fácil. "Al llegar el verano, yo ya no sé qué decirle a mi casero porque llevo cuatro años cambiando de casa. De hecho, mi mujer es experta en mudanzas", sentenció Roberto.
Su pertenencia a ese fondo inversor creado por Jorge Mendes y en el que participa, entre otros inversores, Agapito Iglesias abre el abanico de su futuro, por esa necesidad de rentabilidad que requieren este tipo de negocios, cada vez más habituales en el fútbol. Aun así, el portero aclara que él es el dueño de su destino: "No somos dinero, somos personas. Y para movernos de un club a otro, nosotros tenemos que estar de acuerdo, no solo es el deseo del fondo inversor de mover a un futbolista. Es verdad que al pertenecer a un fondo el jugador tiene un poco menos capacidad de decisión sobre su futuro que si pertenece a un club, pero también tiene capacidad de decisión".
Roberto, en todo caso, habló sin tapujos de lo que ha supuesto para él que sea un fondo inversor el que tenga sus derechos. "Para mí ha sido fantástico que se haya hecho así. Yo quería regresar al Zaragoza y he podido hacerlo gracias a eso. Si mañana me quieren llevar a un sitio como Rusia y no quiero ir supongo que pensaré otra cosa sobre los fondos", dijo el arquero zaragocista, que reconoció por último que en La Romareda se dan todas las condiciones para que ofrezca su mejor nivel, algo que pasó en su primera etapa y se ha vuelto a dar en la actual: "No creo que haya nacido para triunfar aquí, pero sí que se dan las condiciones para que dé mi mejor nivel".

(
Roberto já está na mira do Tottenham e Fulham, especialmente na equipe de White Hart Lane em janeiro, mas ontem, na Rádio Zaragoza não poderia ser mais contundente sobre uma possível saída no mercado no próximo inverno. "Nem em meus planos de ir em janeiro e eu não planejo nada. Claro que eu vejo isso o tempo todo aqui e mais anos", disse o goleiro, cujo econômicos pertencem a um fundo que participa Agapito Iglesias, e que é emprestado ao Zaragoza, em troca de 300.000 € e que o clube participa de registro de Aragão. O desempenho de fundos de investimento precisa fazer 8.600.000 € pagos para o Benfica, mas o goleiro Madrid quer terminar a temporada como zaragocista.
"Ninguém pode dizer, nem o maior rachaduras, que continuará amanhã no clube é, porque cada vez as coisas têm mais influência no futebol", o objetivo, você sabe, pelo que leu, de interesse Tottenham e Fulham, mas ele não pode imaginar sair em janeiro. "Eu olho para todos os dias e é normal para gerar esses comentários e notícias. É até bom, porque indica que eu estou trabalhando bem, pior seria para dizer que eu quero jogar em dezembro. Em qualquer caso, não é algo que eu me preocupo sobre a conta, eu quero ser aqui no Zaragoza ", disse ele. Tottenham, em particular, buscando uma trégua Heurelho Gomes e poderia oferecer até 8 milhões de libras (9,2 milhões) pelo goleiro, alega-se na Inglaterra.
A intenção é permanecer Roberto temporada inteira e é difícil durante o inverno é um investimento tão alto por um goleiro, uma vez que tais riscos elevados como os que são mais comuns no mercado de verão. Assim, uma vez que a temporada termina, a continuidade do Roberto, especialmente se você manter o nível atual não será fácil. "No verão, eu não sei o que dizer a meu senhorio, porque eu estou me movendo para casa quatro anos. De fato, minha esposa é um especialista em movimento", disse Roberto.
Sua participação no fundo criado por Jorge Mendes e investidor em que participa, entre outros investidores, Agapito Iglesias abre o leque de seu futuro, a necessidade de rentabilidade que exigem este tipo de negócio, cada vez mais comum no futebol. Mesmo assim, Porter explica que ele é o mestre de seu destino:. "Nós não estamos dinheiro, somos pessoas e para se deslocar de um clube para outro, temos de concordar, não só é o desejo dos investidores de voltar um jogador de futebol. É verdade que um fundo pertencente ao jogador tem capacidade um pouco menor para decidir sobre o seu futuro do que se você pertencer a um clube, mas também capaz de decisão. "
Roberto, em qualquer caso, falou abertamente do que ele é suposto ser um fundo de investimento que tem os seus direitos. "Para mim foi ótimo ter feito isso. Eu queria voltar ao Zaragoza e têm feito isso por causa disso. Se amanhã eu quero ter um lugar como a Rússia e não quero ir Eu acho que eu acho outra coisa sobre os fundos", disse zaragocista goleiro, que finalmente reconheceu que, em La Romareda são dadas todas as condições para oferecer o seu melhor, algo que aconteceu na primeira etapa e tornou-se um dado hoje em dia: "Eu não acho que ele nasceu para ter sucesso aqui , mas dadas as condições para dar o meu melhor. "
)

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Roberto e mais dois

Javier Aguirre ha utilizado ya a 20 jugadores en la Liga, pero solo tres de ellos han disputado los seis partidos completos (540 minutos) que se han celebrado hasta ahora. Los tres futbolistas que lo han jugado todo son Roberto Jiménez, Efraín Juárez y Paulo da Silva, aunque solo el portero han rendido siempre a un buen nivel. Los otros dos, pero especialmente Juárez, todavía no han dado la medida que se espera de ellos. Hélder Postiga y Luis García no pudieron participar en el primer encuentro del campeonato contra el Real Madrid puesto que ficharon por el Real Zaragoza el 31 de agosto, último día del mercado de verano. David Mateos tampoco pudo participar en ese choque por impedirlo el contrato de cesión firmado con el conjunto madridista.
Mientras tanto, Antonio Tomás, que estaba en paro, se incorporó a la disciplina zaragocista a finales del mes de septiembre y todavía no ha podido ser utilizado por Aguirre por no encontrarse aún a un buen nivel físico. De todos los jugadores que componen la plantilla del Zaragoza, el único que no ha disfrutado todavía de minutos es el guardameta suplente Leo Franco. En cambio, el juvenil Joel Valencia, que esta temporada juega con el Zaragoza B, en Segunda División B, actuó los ocho últimos minutos en el primer partido de Liga disputado frente al Real Madrid, en La Romareda.

Ponzio, siempre titular
Además de Roberto, Juárez y Da Silva, como es lógico, solamente Leo Ponzio ha sido siempre titular, pero lo han sustituido ya en dos encuentros. Ponzio ha disfrutado de 492 minutos de juego. Ángel Lafita también ha participado en los seis partidos de Liga que se llevan disputados hasta ahora, pero no jugó de inicio contra el Málaga y en otro encuentro fue sustituido. Lafita lleva jugados 430 minutos. Igualmente ha tomado parte en todos los encuentros Pablo Barrera (356), aunque solo ha sido titular en cuatro de ellos. Por dicho motivo, Javi Paredes, Fernando Meira y Hélder Postiga superan a ambos a pesar de haberse perdido ya algún partido. Paredes (450) y Meira (438) han dejado de participar en un encuentro completo por decisión técnica y lesión, respectivamente, mientras que Postiga (460) no pudo hacerlo ante el Madrid porque todavía no había sido fichado.
Por detrás de ese grupo se encuentra Luis García, con 393 minutos, que ha sido titular en los cinco partidos que ha podido disputar, pero al que han sustituido en todos ellos. Pese a todo, el punta asturiano es el máximo goleador del Real Zaragoza con tres tantos anotados. El segundo realizador del equipo es Juan Carlos, con dos goles (ambos en el 4-3 que se produjo en campo del Betis), a pesar de haber disfrutado de solo 179 minutos de juego. En cambio, Hélder Postiga todavía no se ha estrenado. Los otros dos goles que lleva hasta ahora a favor el conjunto zaragocista han sido obra de Juárez y Barrera.
Además de Braulio, con diez minutos, que se encuentra apartado del equipo y en negociaciones para rescindir su contrato, los jugadores que menos han participado hasta ahora son Edu Oriol y Pinter, ambos con 38, aunque los dos se han perdido varios encuentros por lesión; Franco Zuculini (96) y Abraham (154). El último jugador en debutar esta temporada fue Lanzaro (138) y lo hizo durante el partido contra el Málaga tras caer lesionado Mateos.


(Javier Aguirre já usou 20 jogadores na liga, mas apenas três tiveram seis jogos completos (540 minutos) que foram realizadas até agora. Os três jogadores que jogaram todos são Roberto Jimenez, Efrain Juarez e Paulo da Silva, embora o goleiro só nunca ter rendido um bom nível. Os outros dois, mas especialmente Juarez, ainda têm que medir o que se espera deles. Hélder Postiga e Luis Garcia não pôde participar no primeiro jogo do campeonato contra o Real Madrid que se juntarem o Real Zaragoza, em 31 de agosto, último dia do mercado de verão. David Mateos também incapaz de participar do embate para evitar que o acordo de transferência assinado com o grupo de Madrid.
Enquanto isso, Antonio Thomas, que estava desempregado, entrou para a disciplina zaragocista no final de setembro e ainda não poderia ser utilizado por Aguirre, porque não é mesmo um bom nível físico. De todos os jogadores que compõem a equipe de Zaragoza, o único que não beneficiou ainda minutos é o substituto goleiro Leo Franco. Em vez disso, o jovem Joel Valencia, que nesta temporada jogou com Zaragoza B, na segunda divisão B, servido nos últimos oito minutos no jogo do campeonato em primeiro lugar contra o Real Madrid jogou em La Romareda.

Ponzio, desde que o titular
Além de Juarez Roberto Da Silva, é claro, só Leo Ponzio sempre foi um bom começo, mas já substituíram dois jogos. Ponzio tem desfrutado de 492 minutos de jogo. Angel Lafita também participou em seis jogos do campeonato jogado realizado até agora, mas não jogou em casa contra o Málaga e outra reunião foi substituído. Lafita jogou 430 minutos. Ele também tomou parte em todas as reuniões Pablo Barrera (356), mas começou apenas quatro deles. Por esta razão, Javi Paredes, Fernando Meira e Hélder Postiga superar tanto, apesar de ter perdido um jogo. Paredes (450) e Meira (438) não mais participar de uma decisão tomada na reunião técnica completa e lesões, respectivamente, enquanto Postiga (460) não poderia fazer contra a Madrid porque ele ainda não tinha sido assinado.
Por trás deste grupo é Luis Garcia, com 393 minutos, começou todos os cinco jogos que ele tem sido capaz de jogar, mas foram substituídos. No entanto, o espanhol é o artilheiro ponto mais alto do Real Zaragoza, com três gols marcados. Segundo o diretor da equipe é Juan Carlos, com dois gols (tanto no 4-3 que ocorreram no campo Betis), apesar de só ter apreciado 179 minutos de jogo. Em contraste, Hélder Postiga ainda não foi liberado. Os outros dois objetivos principais até agora para toda a obra foi zaragocista Juarez e Barrera.
Braulio disso, 10 minutos, que é da equipe e as negociações do seu contrato, os jogadores que participaram até agora há menos Edu Oriol e Pinter, ambos com 38, embora ambos tenham perdido vários jogos por causa de lesão ; Zuculini Franco (96) e Abraham (154). O último jogador a estréia desta temporada foi Lanzaro (138) e fê-lo para o jogo contra o Málaga após ser ferido Mateos.)

Algún día San Roberto se marchará al cielo


Como suele decirse en algunas ocasiones, o mejor dicho queremos pensar para calmar nuestro sollozo y acrecentar nuestra esperanza, quienes mueren tardan días en marchar de entre nosotros, e incluso cuando marchan nos observan impasibles desde el cielo. Los cuerpos físicos vulnerables se convierten en ángeles poderosos que aun sin ser vistos nos protegen.  
Roberto, guardameta del Real Zaragoza, representa un caso curioso, es un ángel diferente, un ángel tangible, de los que quedan pocos, uno de esos ángeles que pueden verse, tocarse e incluso sentirse. Pero ese duende que le acompaña se acabará marchando, se irá alegando poco a poco…y ahí puede empezar el problema si el Real Zaragoza no está preparado, si el equipo aragonés no ha mejorado algunas cosas que debe mejorar.
Hoy quiero tener un pensamiento para el gran Roberto que se marchó de Portugal para regresar a la ciudad eterna de Zaragoza para inmortalizar en La Romareda su fútbol, su calidad, sus reflejos, su arte. El guardameta se siente seguro porque se sabe querido y respetado, porque sabe del amor incondicional de quienes le siguen. Es triste salir de un sitio cuando las cosas no han salido como era de esperar, pero el futbolista ha demostrado que si en Portugal no respondió a las expectativas no sólo fue responsabilidad suya. Aquí lo está haciendo como ya lo hizo antaño, luego algo ocurría en el país del pocos salen sin toalla que le llevo al fracaso. Pienso en ese portero valiente que abandonó su país con decisión y me alegro de su desengaño ya que esto le permitió volver a Zaragoza para colocarse unas alas que, colgadas en las vetustas perchas del vestuario zaragocista, esperaban a su dueño. Roberto es un ángel y él lo sabe, es el ángel que cuida de la portería del Real Zaragoza sin pedir nada a cambio, sin egoísmos y con total generosidad en el esfuerzo. Es un ángel sí, pero su duende, como ya afirmaba con anterioridad, se acabará machando.
Un gran portero es aquel capaz de parar lo que puede pararse, Roberto no sólo está cumpliendo con esta máxima sino que además está atajando lo que algunos ni tan siquiera pueden imaginar. Está llegando a lugares que otros desconocen, esta alcanzando pelotas envenenadas y atrapando sueños ajenos mientras devuelve a otros la ilusión. Está siendo perfecto en sus actuaciones y discreto en sus comportamientos, está siendo el mejor, el mejor de los mejores, el rey de reyes, el maestro de maestros, el protagonista de cuantos foros de fútbol se realizan en las tabernas. Pero dicho esto hay que señalar con preocupación que el Real Zaragoza es el equipo más goleado de primera división, el que más goles ha recibido en este arranque, concretamente 13, un más que el Osasuna y dos más que el Villarreal y el Espanyol. Dato negativo este, muy negativo. Es por esto por lo que afirmo que mucho debe mejorar el equipo en los próximos días si no queremos contemplar la muerte cuando a Roberto le abandone su ángel.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

El Tottenham pondría unos 9 millones por Roberto


La oferta del Tottenham Hotspur por el portero Roberto Jiménez podría ser de hasta ocho millones de libras, unos 9,2 millones de euros. Así lo aseguraba ayer The People, información de la que se hacían eco otras webs en Inglaterra. Harry Redknapp, técnico del Tottenham, quiere incorporar a un guardameta porque es más que previsible que se dé la salida en el mercado de enero de Heurelho Gomes.
ñÉl no está contento porque quiere jugar y por eso esperaremos a que se vuelva a abrir el mercado, así que seguramente se marcharáO, indicó el entrenador inglés sobre Gomes. Y todo apunta a que el primer candidato a suplirle es Roberto. Esa es la intención en White Hart Lane. El otro club inglés interesado en Roberto para enero es el Fulham.

DE UN FONDO Hay que recordar que los derechos económicos pertenecen a un fondo inversor, en el que participa Agapito Iglesias, y en el que está Jorge Mendes como uno de los consultores externos. Este fondo compró a Roberto al Benfica por 8,6 millones de euros y lo tiene cedido en el Zaragoza, que se hace cargo de una parte de la ficha y paga 300.000 euros por la cesión. Los otros jugadores del Zaragoza que pertenecen a fondos de inversión son Juan Carlos, Hélder Postiga y Micael, éste último cedido por el Atlético.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Roberto: rey de Zaragoza y de todos los porteros

La exhibición de Roberto en Villarreal no sorprendió a nadie porque el portero del Zaragoza vive instalado en la brillantez. Que Roberto salve al Zaragoza ya no es noticia, es costumbre. Por alto, por bajo, mano a mano, disparo lejano, penalti... Roberto para de todas las formas posibles, para bien y para mucho: es el portero que más paradas ha hecho y que más puntos de valoración AS acumula en las seis jornadas de campeonato disputadas hasta ahora.
En cuatro partidos (Real Madrid, Rayo, Málaga y Villarreal) de los seis jugados, Roberto ha sido puntuado en las crónicas de este diario con tres ases, mayor valoración que otorga AS, salvo actuaciones legendarias en partidos muy señalados. Para un portero, por ejemplo, a Casillas en los cuartos de final de la Eurocopa 2008, gracias a sus paradas en la tanda de penaltis. Sólo contra el Espanyol, por su escaso trabajo, y contra el Betis, porque pese a no errar no pudo responder a los goles del Betis, ha sido calificado solamente con un punto.
En total, Roberto suma 14 ases de valoración y 36 paradas, liderando ambas clasificaciones. En ambas le sigue Aouate, portero del Mallorca, con 12 ases y 27 paradas. La diferencia entre ambos es sustancial. Por detrás, algunos de los mejores porteros de la Liga: Guaita, Javi Varas, Valdés, Casillas...
Tras una temporada en la que Leo Franco y Toni Doblas se alternaron en la portería, con un rendimiento discontinuo pero en global de aprobado, Roberto ha elevado enormemente la red de seguridad de la defensa del Zaragoza. Pese al progresivo crecimiento colectivo del equipo, que alcanzó por ahora su punto máximo en Villarreal, las ocasiones se suceden. Pero casi siempre aparece Roberto con brillantez: 52 intervenciones, 36 paradas (una cada 15,69 minutos).
Roberto se ha erigido en la estrella del Zaragoza y en una de las estrellas de este comienzo de Liga. Si sigue así, entrará en la leyenda del Real Zaragoza

terça-feira, 20 de setembro de 2011

El Zaragoza sólo ha ganado en seis de sus visitas al Betis

El Zaragoza sólo ha ganado en seis de sus visitas ligueras al estadio del Betis, donde ambos conjuntos se medirán de nuevo este jueves en encuentro correspondiente a la cuartas jornada del campeonato nacional.
La última de ellas se produjo en la campaña 2001-02 por 0-1, el mismo resultado que los maños arrancaron en la pasada edición de la Copa del rey, en una eliminatoria que, finalmente, acabaría cayendo del lado hispalense.
Por contra, y junto a 11 empates, la estadística muestra una clara superioridad bética en estos choques ligueros, ya que el conjunto verdiblanco se ha impuesto en 25 ocasiones, incluido el precedente inmediato, acaecido en la Liga 07-08, que concluyó con resultado de 2-1.
Por lo demás, el global de goles anotados por una y otra escuadra en estos enfrentamientos sonríe también al Betis, que lleva 68 dianas hasta el momento, por tan sólo 34 de su rival.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Roberto: "Ahora me siento igual que cuando me marché de aquí"

 
 
 
 
A Roberto Jiménez (Madrid, 1986) no le gusta demasiado destacar sobre el resto del equipo y asegura que se siente uno más. Está satisfecho con su trabajo, pero reconoce que le gustaría que todo fuera acompañado de resultados. Por el momento no han llegado, pero confía plenamente en que con el paso de los días irán a más.











Pregunta. ¿Qué sensaciones ha dejado en el vestuario el partido de Vallecas?
Respuesta. Sensación de que tenemos potencial para defender bien cuando un partido se complica y vemos que está difícil llegar arriba y, también, sensación buena de haber podido estrenar el casillero, que es importante y nos anima.

P. ¿Qué les ha dicho el míster?
R. Que hay que seguir trabajando. Ya sabíamos que era un campo difícil, pero hay que mejorar. Tenemos que ver el partido y ver qué hicimos bien y qué mal para corregirlo en los próximos compromisos.

P. Lo que está claro es que este Zaragoza tiene mucho margen de mejora. ¿Es a lo que hay que agarrarse?
R. Es verdad, somos un equipo en construcción. Hay mucha gente que lleva muy poco y no es fácil entenderse dentro del campo cuando se han compartido tan pocas sesiones de entrenamiento. Aun así, sumamos un punto y hay que valorarlo. Tenemos margen de mejora, el equipo tiene calidad, y seguro que poco a poco lograremos la estabilidad y las sensaciones de ser un equipo difícil.
"Cuando se han compartido tan pocas sesiones, no es fácil entenderse"

P. Pero la liga ya ha empezado y no espera a nadie. No tienen demasiado tiempo...
R. Bueno, ahora mismo estamos bien y tranquilos. Simplemente hay que unificar la calidad y el compromiso de todos para que las cosas salgan. Estamos preparados para competir en cualquier partido.

P. ¿Cree que el domingo ante el Espanyol será otra historia bien distinta?
R. Sí, en nuestro estadio y contra el Espanyol se nos van a ofrecer posibilidades que hasta ahora no hemos tenido. Será más fácil echar el balón al suelo y plasmar nuestras ideas.
"El domingo será más sencillo bajar el balón y plasmar nuestras ideas"

P. Por segundo partido consecutivo usted fue el mejor.
R. Bueno, el trabajo fue de todos, porque cuando uno cree que ha hecho bien las cosas siempre tiene que ir acompañado con resultados, de lo contrario no sirve de nada. El domingo contra el Rayo, por lo menos, logramos un empate.

P. Pero Roberto ha vuelto al mismo nivel que se marchó. ¿Tan bien se encuentra?
R. Sí, me siento igual que cuando me fui. Aquí tengo todo para sentirme así. Físicamente me encuentro bien y siento el mismo cariño de la gente que cuando me marché. Parece que no me haya ido, que no haya pasado este año de por medio, y espero que el final sea el mismo que aquella vez y logremos el objetivo que nos planteamos. El grupo que se ha formado nos ayuda a todos y esto también contribuye en el rendimiento.

P. ¿Tan dura fue para usted la temporada pasada en las filas del Benfica?
R. Fue un año raro, pero no tan malo como ha parecido. Lo que sucede es que por desgracia las noticias que más viajan son siempre las malas, pero también tuve meses buenos y tranquilos, de disfrutar mucho y de aprender. Para mí ha sido una experiencia muy positiva.

P. Sea sincero. ¿Pensaba que le iban a salir tan bien las cosas tan pronto?
R. Bueno, uno siempre espera empezar a rendir lo antes posible cuando llega a un equipo, es la mentalidad que hay que tener. Yo lo esperaba y lo deseaba porque quería devolverle a la gente con rendimiento todo lo que me han dado y lo bien que se han portado conmigo desde el primer momento.

P. Vamos, que ha sido ponerse de nuevo la camiseta del Real Zaragoza y transformarse en el mejor Roberto.
R. Es cierto que ponerme esa camiseta para salir a jugar me da una confianza que quizás en otros sitios no he tenido. Los niveles de confianza de un jugador son muy importantes a la hora de rendir y aquí solo me tengo que preocupar por trabajar, porque tengo la cabeza limpia de todo y eso me va a ayudar bastante.

P. Y cuando el domingo señalaron el penalti en contra, ¿ya sabía que lo iba a parar?
R. Evidentemente los penaltis son una lotería, pero uno siempre tiene en su cabeza que lo va a parar, porque es la única manera de hacerlo. Tuve la fortuna de coincidir con lo que pensó el jugador que lo tiró y ya está. Esta vez la suerte me sonrió, otras veces no lo hará. La verdad es que estoy contento porque gracias a que no nos marcaron, conseguimos llevarnos un punto

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Rayo 0-0 Zaragoza

El Zaragoza sumó su primer punto de la temporada en su visita al Estadio de Vallecas en el que la gran actuación del meta maño Roberto evitó que los de Javier Aguirre se marcharan de vació de vuelta a casa. La falta de gol de los puntas del Real Zaragoza empieza a ser una preocupación.



Dominio del Rayo Vallecano
De no ser por la excelente actuación del meta fuenlabreño, a estas alturas estaríamos hablando de la segunda derrota del Real Zaragoza. El Rayo, con un planteamiento valiente y tratando de tener el control del balón dispuso de las mejores ocasiones. La más clara llegó en el minuto 70 cuando el portero zaragocista detuvo una pena máxima a Javi Fuego.
Falta de gol
Ni Luis García, ni Helder Postiga ni Braulio han visto portería y, lo que es más preocupante, cuando disponen de los pocos balones que sus compañeros les hacen llegar en condiciones no definen. Es cuestión de tiempo que se abra la lata, pero tocará entrenar, y mucho, la confianza de los hombres de ataque.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Plan de viaje para Vallecas

REAL ZARAGOZA
El Real Zaragoza se desplazará el sábado hasta Madrid, donde el domingo, 11 de septiembre se medirá con el Rayo Vallecano, en partido correspondiente a la tercera jornada de Liga BBVA.

El equipo saldrá en autobús de las oficinas del Real Zaragoza, a las cinco de la tarde, para llegar al hotel NH Ribera Manzanares de la capital de España, donde permanecerá concentrado hasta la celebración del choque.

Después del encuentro, el domingo a las 18 horas en el Nuevo Estadio de Vallecas, se regresará a la capital aragonesa nuevamente en autobús

O abraço entre Roberto e Fabio Coentrão no jogo Real Zaragiza - Real Madrid

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

El Real Zaragoza se impone al Villanueva en el partido amistoso de las Peñas

REAL ZARAGOZA
01/09/2011
El Real Zaragoza y el Villanueva se han enfrentado esta tarde en el tradicional partido amistoso a beneficio de la Federación de Peñas del Real Zaragoza, que se ha resuelto con victoria zaragocista por cero goles a tres. El encuentro se ha disputado en el Campo Enrique Porta de la localidad zaragozana de Villanueva.

El Real Zaragoza, después de varias ocasiones de gol, ha conseguido adelantarse en el marcador mediada la primera parte del choque por medio de Braulio, que resolvía cruzando ante el portero con la zurda un balón servido por Fernando Meira. Con el resultado de cero a uno se llegaba al descanso.

Tras volver del intermedio, llegaba el segundo tanto en un centro lateral de Abraham que introducía en su propia portería la defensa azulgrana. En el tramo final del encuentro, nuevamente Braulio volvía a marcar para establecer el resultado definitvo y certificar la victoria del Real Zaragoza.

La ficha técnica del partido es la siguiente:

Villanueva CF: Siro, Sola, Valimañas, Arnedo, Marcén, Imaz, Richi Alcega, Bríngola, Pablo, Raúl Villar y Samuel. También jugaron Sergio Ferrer (p. s.), Miki, Artal, Cilleruelo, César, Adrián, Cartié, Javier Valimañas y Berdún.

Real Zaragoza: Leo Franco, Kevin, Lanzaro, Mateos, Abraham, Fernando Meira (Paredes, min. 45), Ponzio (Obradovic, min. 45), Zuculini, Edu Oriol (Joel Valencia, min. 65), Lafita (Ortí, min. 45) y Braulio.

Goles: 0-1, Braulio (min. 27); 0-2, Abraham (min. 49); 0-3, Braulio (min. 73).

Árbitro: César Bosquet (comité aragonés). Sin amonestados

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Javier Aguirre: "La plantilla está completa"

REAL ZARAGOZA
El técnico del Real Zaragoza, Javier Aguirre, se ha mostrado satisfecho esta mañana con la plantilla del equipo, una vez cerrado el mercado de fichajes, en la noche de ayer. "Es una plantilla muy completa, nueva y ya tenemos ganas de que estén todos para ponernos a trabajar", ha comentado tras el entrenamiento celebrado en la mañana de hoy en la Ciudad Deportiva.

Javier Aguirre ha comentado asimismo que, una vez finalizado el periodo de fichajes, se ha acabado la incertidumbre, por lo que "hoy se respira un ambiente de tranquilidad, sabemos que los que se quedan, lo hacen con todas las de la ley".

El entrenador del Real Zaragoza ha asegurado que "las solicitudes que hice al Club fueron atendidas", por lo que considera la plantilla cerrada. "Si desde el Club todavía se valora la oportunidad de incorporar a algún jugador sin equipo, se podría estudiar, pero si no ocurre, estoy tranquilo", ha sentenciado Javier Aguirre.

Convocatoria contra el Villanueva (hoje às 19h00m portuguesas)

Tras el entrenamiento de la mañana Javier Aguirre también ha dado a conocer la convocatoria de jugadores para el partido en beneficio de las Peñas Zaragocistas, que tendrá lugar esta tarde a las ocho, frente al Villanueva.
La citación es la siguiente: Leo Franco, Roberto, Paredes, Mateos, Lanzaro, F. Meira, Braulio, Edu Oriol, Lafita, Zuculini, Abraham, Ponzio, Obradovic, Ortí, Joel y Kevin

«Cristiano Ronaldo recomendou a minha contratação a Jorge Jesus» - Roberto


 
 
O guarda-redes Roberto, protagonista de passagem pouco feliz pelo Benfica, diz que Jorge Jesus ouviu a opinião de Cristiano Ronaldo antes de indicar a sua contratação, na época passada.

«É verdade. O treinador do Benfica perguntou por mim e o Cristiano Ronaldo disse-lhe que tinha gostado da minha exibição contra o Real Madrid. Recomendou a minha contratação», diz Roberto, num chat com adeptos promovido pelo Eurosport.

Pese embora não ter sido feliz de águia ao peito, o guardião espanhol diz ter vivido «uma experiência positiva» no Benfica.

«Estive bem em Portugal, mas fico muito satisfeito por ter regressado a Espanha. Não me arrependo de ter ido para Portugal, foi uma experiência positiva», indica.

Roberto não guarda ressentimentos e, por isso, vai torcer para que os encarnados «ganhem a Liga este ano».

Comunicado

Olá, tenho um pedido de desculpas a fazer em meu nome e em nome da Paula. Lamentamos que este blogue tenha estado parado tanto tempo, mas infelizmente nas últimas semanas estivemos fora e foi-nos de todo impossível ter acesso à internet. Pedimos imensas desculpas por isso e vamos fazer de tudo para que não volte a acontecer. Assim sendo a partir de agora voltaremos a postar sempre que haja noticias sobre o Roberto. Contamos contigo.
Obrigada

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Jorge Mendes nega ter comprado os direitos econômicos de Roberto

O famoso agente Português Jorge Mendes negou os direitos econômicos comprados goleiro espanhol Roberto Jimenez, que se juntou o Real Zaragoza, após o Benfica vendê-los a uma "sociedade de direito espanhol", de 8.510.000 €.
Advogado Mendes, Carlos Osório de Castro, condenado como "completamente falsa" notícia, relatada na Lusa de imprensa, que liga o seu cliente com a venda do jogador para Zaragoza para um total de 8,6 milhões de euros e foi anunciou na segunda-feira pelo Benfica. "Nem o fundo de Qualidade Sports Investments (na qual Mendes é um consultor) ou qualquer outra comissão de Jorge Mendes está relacionada com qualquer título adquirido qualquer parte dos direitos económicos relativos ao jogador Roberto ou interveio de forma alguma na operação", disse em um comunicado. A imprensa espanhola relacionou a Lusa com o empresário e agente de jogadores, que representa estrelas como Cristiano Ronaldo, Ricardo Carvalho, Pepe e Fabio Coentrão, entre outros. O alto valor do valor da transação, a maior nono na história do clube luso, que registrou um lucro de 100.000 euros para ter comprado o passe do jogador ao Atlético de Madrid em 2010 por 8,5 milhões de euros, surpreso Lusas fãs e imprensa.

Zaragoza, que está em recuperação judicial para seus problemas econômicos, e disse ontem que o clube em si não foi o espanhol que comprou todos os jogadores e passar um fundo de investimento especializado no mercado do futebol. Assim, o fundo se beneficiariam de um superávit possível, no caso de uma futura venda do goleiro Madrid.
O guarda-redes espanhol, 25 anos, foi criticado na última temporada por seus atos infelizes em campo.. A operação na segunda-feira tornou-se controversa quando a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) suspendeu negociação das ações da Benfica a visão de que as informações fornecidas pela Portugal clube. Durante todo o dia, o Benfica revelou em uma segunda declaração, o Real Zaragoza, apenas 86.000 € pagos pelo goleiro e direitos desportivos "sociedade de direito espanhol" desembolsou os restantes 8.510.000 € para a economia . Após receber estes esclarecimentos, a CMVM de Portugal decidiu levantar a suspensão da negociação das ações da Benfica, embora não seja claro o nome da empresa que pagou a maior parte do dinheiro da compra.

Participa!

Como é do conhecimento de todos o Roberto é o novo jogador do Real Zaragoza, foi curta a sua passagem por Potugal, mas foi suficiente para reparar, apesar das controvercias, que é um jogador que ainda vai crescer muito e dar que falar.
Como qual, nós do Blog concordámos que deviamos publicar uma especie de memorial, para as fãs e apoiantes dele, poderem mandar textos, frases, montagens, fotos, que mostrem o apoio ao nosso guardião.
Tudo será aqui publicado, e não te esqueças e ele tem conhecimento deste e que vai ler e ver tudo aquilo que nos vai chegar as mãos.

O que estás à espera para começar? Manda-nos o que quiseres para o nosso e-mail (Robertojimenezfans12@hotmail.com), tens até dia 8 para o fazeres, contamos contigo!



Transferência de Roberto explicada, mas acções estão suspensas

 
O Benfica facultou à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários esclarecimentos adicionais sobre a transferência de Roberto para o Saragoça. Mesmo assim, a CMVM determinou a suspensão das acções do clube em bolsa, por considerar que os esclarecimentos não foram suficientes.
Em comunicado à CMVM, o Benfica explica que a transferência do atleta, direitos deportivos e direitos económicos, «foi concluída pelo valor total de € 8.600.000 - oito milhões e seiscentos mil euros - por via de dois contratos celebrados em cartório notarial, uma com o Real Saragoça e outro com uma sociedade de direito espanhol situada a um nível mais elevado da cadeia de domínio da Saragoça SAD.

No entanto, a CMVM deliberou depois a suspensão da negociação das acções da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD nos mercados regulamentados da Euronext Lisbon «até à divulgação de informação relevante». «A CMVM tinha notificado expressamente a SLB Futebol SAD para divulgar a «dissociação dos direitos económicos e dos direitos desportivos e valor de cada um deles». O comunicado hoje colocado no sítio da CMVM nada diz quanto a este aspecto, que se reputa essencial para o entendimento pelos investidores sobre o contrato de transferência do jogador Roberto», diz o comunicado da CMVM.

No comunicado do Benfica, os encarnados dizem que em consequência, o Saragoça «adquiriu de forma definitiva os direitos desportivos do jogador, e a outra sociedade, anteriormente identificada, passou a titular os direitos económicos», tendo os contratos sido «ratificados no momento da sua celebração pelo «Administradores Concursales» da Saragoça SAD».
O pagamento «será efectuado de forma fraccionada e encontra-se garantido, nomeadamente por títulos de crédito», diz, sem especificar valores.

Roberto foi adquirido por fundo de investimento

Roberto (foto ASF)

Transferência do guardião para um clube falido gerou contestação em Espanha. O Saragoça foi obrigado a explicar a origem dos 8,6 milhões de euros.

O dia seguinte à oficialização da transferência de Roberto do Benfica para o Saragoça, a troco de 8,6 milhões de euros, não foi de consagração para os espanhóis, que foram atacados de todas as frentes por causa dos valores envolvidos na transacção e atendendo a que se trata de um clube falido.

A reacção dos credores do Saragoça e dos principais organismos do futebol espanhol foi de tal forma violenta que o antigo emblema de Pablo Aimar foi obrigado a fazer um comunicado em que procura justificar o investimento e afastar a ideia de que será da sua responsabilidade pagar o negócio.

Roberto chegou, pois, ao Saragoça com a ajuda de um fundo de investimento e do agente FIFA português Jorge Mendes, que conduziu o negócio e estará a colaborar com o emblema espanhol na construção do plantel. Esse fundo terá assumido o pagamento de uma parte dos 8,6 milhões e cedido os direitos desportivos do guardião ao Saragoça, que poderá utilizá-lo e lucrar com uma pequena percentagem em futura venda. Tudo isto está mais ou menos expresso no comunicado do Saragoça - e dizemos mais ou menos porque o clube nunca centraliza as explicações em Roberto, mesmo que seja o motivo dos esclarecimentos.

Verbas relativas aos ordenados que Roberto teria de receber pelos restantes quatro anos de contrato que mantinha com o Benfica, assim como valores ainda não liquidados respeitantes à compra de Aimar ao Saragoça poderão, de acordo com os espanhóis, ter entrado também no bolo.

No país vizinho o negócio foi mal recebido por credores e organismos oficiais, uma vez que o Saragoça está falido e tem dívidas que ascendem a 110 milhões de euros. O clube está mesmo a ser gerido por administradores judiciais, responsáveis pelo controlo e renegociação dessa dívida. Mais: a Comissão Delegada da Liga Espanhola, grupo de clubes que engloba os pesos pesados do futebol espanhol, como Real Madrid e Barcelona, não vai, afinal, empenhar-se em resolver o problema do Saragoça em relação aos credores, tudo por causa da aquisição de Roberto. E o Corunha, que vendeu Lafita ao Saragoça por 1,5 milhões de euros, e ainda não recebeu, reclama inclusivamente a descida de divisão do Saragoça, que lhe possibilitaria o regresso ao principal campeonato de Espanha.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Roberto: «Benfica não me deu margem de erro»



Roberto Jimenez Gago chegou ao Benfica na época passada e foi nesta segunda-feira apresentado como reforço do Saragoça. Nas primeira palavras como jogador dos aragoneses, o guarda-redes declarou que na Luz não lhe deram «margem para errar» e que a transferência para o Saragoça «deu-se um ano mais tarde do que se devia».

O «portero» custou 8,5 milhões de euros aos encarnados, que nesta segunda-feira comunicaram a venda do espanhol por 8,6 milhões, entretanto apresentado. «Esta foi a minha primeira opção, dou graças ao clube pelo interesse», disse Roberto.

«Se a força que o Saragoça fez por mim fosse feita por outro clube, não teria feito o esforço de sair do Benfica», prosseguiu o guarda-redes, citado pelo Heraldo.

Obviamente, a passagem pela Luz foi tema na conferência de imprensa. «Fui muito criticado por terem pago tanto por um guarda-redes desconhecido», declarou o espanhol, que admitiu que «a adaptação não foi boa» e que esteve «abaixo do nível» normal.

«Também não me deram margem de erro, quando a equipa melhorou», acrescentou Roberto, que também deixou críticas à imprensa portuguesa. De resto, quanto ao negócio em si, não há ecos na imprensa espanhola, até ao momento.

Roberto já foi apresentado no Zaragoza


Força Roberto!
Nós acreditamos em ti.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Roberto a assinar...

Roberto vendido ao Real Club Zaragoza





O Benfica informou a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) sobre a venda do guarda-redes espanhol Roberto ao Saragoça por 8,6 milhões de euros. 

«A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, vem confirmar que chegou a acordo com o Real Zaragoza SAD para a transferência, a título definitivo, do atleta Roberto Jimenez Gago. A transferência do referido atleta, bem como da totalidade dos direitos económicos, foi concluída pelo valor de 8.600.000 (oito milhões e seiscentos mil) euros», lê-se no comunicado.

Roberto regressa assim ao Saragoça, clube que representava por empréstimo do Atlético de Madrid antes de ser vendido ao Benfica por 8,5 milhões de euros.

Podem ainda ver o comunicado da venda à CMVM aqui.

Provando ainda, o valor do guardião que nós aqui continuaremos a acompanhar e acreditar no seu valor.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Roberto fora dos convocados, para esta noite

O treinador da equipa de futebol profissional do Benfica, Jorge Jesus, convocou esta terça-feira 19 atletas para a partida da 1.ª mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Para a recepção aos turcos do Trabzonspor, o técnico chamou o defesa-uruguaio Maxi Pereira que esteve recentemente na Copa América.

O Benfica-Trabzonspor tem início marcado para as 19h45 desta quarta-feira, dia 27 de Julho, no Estádio da Luz.
Lista de convocados:Guarda-redes: Artur Moraes e Eduardo;Defesas: Maxi Pereira, Luisão, Garay, Jardel e Emerson;Médios: Ruben Amorim, Javi Gacía, Witsel, Matic, Bruno César, Enzo Pérez, Pablo Aimar, Nolito e Gaitán;Avançados: Saviola, Cardozo e Jara.

Jesus prepara equipa sem surpresas


Artur, Garay, Emerson e Enzo Pérez são os reforços que jogam de início. Jorge Jesus opta pelo seguro no primeiro grande desafio da época.
Artur é dono da baliza, Garay faz dupla com Luisão, Emerson herda o lugar de Fábio Coentrão e Enzo Pérez surge como a única novidade entre os jogadores mais ofensivos. Jorge Jesus prefere apostar, hoje, contra o Trabzonspor, naqueles que estão «mais identificados com a equipa». Não esperem os benfiquistas, por isso, surpresas no primeiro onze oficial da época.

Só hoje, porém, o treinador do Benfica decide qual o lateral-direito que vai utilizar. E será Maxi Pereira a responder se está em condições de dar o contributo à equipa, assim se confirme o regresso de Montevideu a Portugal. O uruguaio esteve em competição, até domingo, conheceu os filhos gémeos recém-nascidos no país natal, meteu-se num avião rumo à capital e pode surgir no onze - Rúben Amorim também oferece garantias ao treinador.

Artur mantém-se intocável na baliza, não obstante a chegada de Eduardo; à sua frente jogam Luisão, indiscutível para o treinador, e Garay, numa dupla com rotinas de dois dias de treino mas na qual os encarnados depositam forte esperança. Sem a concorrência de Capdevila (não foi inscrito), Emerson é o único lateral-esquerdo de raiz; Jesus confia nele sem receio, até porque Fábio Faria (utilizado nessa posição nos jogos de preparação) nem sequer foi convocado. De resto, do meio-campo para a frente, assinala-se o regresso de Javi García ao habitat natural (trinco) em detrimento de Matic, que deu boas indicações nos particulares, e a opção por jogadores já com experiências nas competições europeias e que conhecem bem as ideias do treinador - Aimar (identificado pelo treinador dos turcos como a chave de todo o jogo ofensivo da equipa), Gaitán, Saviola e Cardozo. Enzo Pérez é, por isso, o único reforço lançado para o ataque, no esquema táctico que Jesus implementou desde o primeiro dia na Luz (4x1x3x2).

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Roberto apresentado ontem aos socios e adeptos do Clube Encarnado



Esperemos que a entrada de um não implique a saida do outro!




Força Roberto, estaremos sempre contigo!



quarta-feira, 20 de julho de 2011

Benfica apresenta-se hoje aos sócios na Luz



A equipa de futebol do Benfica, recheada de reforços para a época 2011/12, apresenta-se hoje aos sócios do clube lisboeta, uma festa que tem inicio por volta das 18h30m. Em jogo com os franceses do Toulouse, no Estádio da Luz, com início às 19h45 (transmissão RTP1), Entre as caras novas da equipa benfiquista, destacam-se Artur, Matic, Bruno César, Nolito, Enzo Pérez, Garay e Witsel. 

Contudo, os adeptos "encarnados" sentirão a falta de dois jogadores muito influentes na temporada passada: Fábio Coentrão, transferido para o Real Madrid, e Salvio, que regressou ao Atlético de Madrid. 
O encontro de apresentação aos sócios benfiquistas, no rescaldo do triunfo no Torneio do Guadiana, poderá ser aproveitado também para a apresentação de mais reforços, antecipando-se as chegadas do guarda-redes Eduardo, que nem sequer partiu para o estágio do Génova, e dos defesas Capdevila, do Villarreal, e Emerson, do Lille.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Roberto volta ao Saragoça


Guarda-redes emprestado por uma época. Regressa ao local onde foi mais feliz ao longo da sua carreira. Espanhol aceitou cedência para poder jogar com regularidade.

Regresso a casa. Um ano depois, Roberto está de volta ao local onde a sua carreira conheceu dias mais felizes: o guarda-redes espanhol vai jogar, cedido a título de empréstimo, no Saragoça, clube da Liga espanhola de onde saiu directo para o clube encarnado. O salário do jogador deverá ser repartido por ambos os emblemas.

O acordo ainda não foi confirmado de forma oficial, porém nas últimas horas os contactos intensificaram-se e é praticamente irreversível o regresso do guarda-redes de 25 anos ao clube onde foi considerado o melhor guardião da segunda volta do campeonato espanhol da época 2009/10.

Roberto, recorde-se, estava cedido pelo Atlético Madrid ao Saragoça quando o Benfica e o clube da capital espanhola acertaram a transferência, numa altura em que a equipa aragonesa tentava precisamente prolongar a permanência do espanhol

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Benfica vence torneio do Guadiana sem Roberto

 
«Fizemos o melhor jogo até ao momento» - Jorge Jesus
 
 
O Benfica leva cinco jogos na pré-época e Jorge Jesus considera que o deste domingo frente ao Anderlecht foi o melhor.

«Tiramos coisas muito positivas deste torneio, hoje foi o melhor jogo não só do torneio como dos outros quatro que fizemos. Na primeira parte a equipa esteve muito bem, a primeira linha de produção já foi muito próximo daquilo que é o Benfica. Faltou-nos ainda algum entrosamento na linha defensiva, o que é natural, pois os jogadores estão a fazer o melhor que podem. Mas tive oportunidade de dizer aos jogadores ao intervalo que este estava a ser o melhor jogo até ao momento», afirmou Jorge Jesus, em declarações à Sport TV no final da partida.

O treinador dos encarnados fez questão de destacar a exibição de Javi García a defesa-central, assim como de Matic e de Witsel: «Deram indicações muito positivas.»

De resto, não quis confirmar as contratações de Eduardo, Capdevilla e Emerson. «Essas questões passam pelo presidente do Benfica. Ao longo destes três anos em que estou no clube, o presidente tem dado jogadores de qualidade ao Benfica, trabalha dia e noite para que não falte nada à equipa, por isso vou aguardar por notícias», disse

domingo, 17 de julho de 2011

Roberto a caminho do Atlético por empréstimo

Roberto pode regressar ao Atlético (foto ASF)
 

O futuro de Roberto pode passar pelo Atlético de Madrid. A informação é avançada pelo jornal «AS» na edição de hoje.

Com Artur assegurado para a próxima época e Eduardo a caminho da Luz, os responsáveis encarnados procuram um destino para o guarda-redes espanhol. Segundo a imprensa espanhola, em causa está o regresso ao Atlético de Madrid, por empréstimo.
 
 

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Benfica empata frente ao Servette (1-1)

Jara em acção, Aimar atento (foto ASF)


O Benfica empatou 1-1 frente ao Servette, no segundo encontro de preparação. 

Um dia depois da goleada inflingida à selecção de Friburgo (9-1), o Benfica não foi além de um empate(1-1) frente ao Servette.

Na melhor jogada do encontro, logo aos 11 minutos, Nico Gaitán, após assistência de Cardozo, colocou o Benfica em vantagem.

Ainda na primeira parte a equipa de João Alves chegou ao empate, fruto de um lance de desentendimento entre Jardel e Artur Moraes. Vitkieviez aproveitou a oferta e reestabeleceu o empate no jogo.

Na segunda parte, marcada por várias substituições, de salientar um golo mal anulado a Yartey, jogador emprestado pelas águias ao Servette, e uma perdida clamorosa por parte de Javier Saviola, após assistência do reforço Enzo Pérez.

Já sem Aimar e Bruno César, a equipa de Jorge Jesus continuou com as mesmas dificuldades, já demonstradas na primeira parte, em articular jogadas de ataque.

O próximo jogo da equipa de Jorge Jesus está marcado para a próxima terça-feira, frente ao Dijon.




De se destacar, que o Roberto entrou aos 62'.

domingo, 10 de julho de 2011

Benfica goleia sem Roberto em campo

Cardozo muito felicitado (foto ASF)

Ontem (9/07) o Sport Lisboa e Benfica defrontou a Selecção do Fribugo, ganhando por 9-1.
O Roberto não jogou nesta partida e a baliza dos encarnados estiveram apenas guardadas por Artur e Julio César.

Esperamos assim um jogo com ele na baliza, quem sabe o de hoje mesmo à noite.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Roberto: «Coentrão é jogador para qualquer grande equipa»



A contratação de Fábio Coentrão pelo Real Madrid foi analisada por Roberto, agora ex-companheiro de equipa do esquerdino no Benfica e conhecedor da liga espanhola, onde competiu ao serviço do Atlético Madrid.
"É muito completo. Defende muito bem, está sempre no sítio certo, tem velocidade e é explosivo. També possui grande capacidade ofensiva. É jogador para qualquer grande equipa", afirmou o guarda-redes espanhol dos encarnados.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Roberto no primeiro treino da época


O Benfica realiza por esta altura, no Caixa Futebol Campus, o primeiro treino da temporada, ao qual estão a assistir cerca de mil adeptos encarnados.

A dúvida sobre a presença de Fábio Coentrão, de quem muito se tem falado sobre a possível saída para o Real Madrid, foi rapidamente desfeita pelos adeptos, que logo viram o internacional português subir ao relvado para treinar com os restantes companheiros de equipa.

De regresso ao Seixal está igualmente Roberto. Falou-se da possibilidade de o guardião espanhol abandonar a Luz neste defeso, porém, apresentou-se hoje no treino. Carlos Martins, Gaitán, Jara, Saviola e Shaffer também se apresentam pela primeira vez no centro de estágios do Benfica.

O treinador Jorge Jesus foi um dos mais aplaudidos, tendo recebido a primeira ovação da manhã.

Roberto regressa com futuro indefinido

Roberto apresenta-se no Seixal (foto ASF)

Roberto é esperado hoje no Seixal. Processo do guarda-redes vai ser gerido com pinças. Não deverá ser muito exposto.

É um dos regressos que maior expectativa gera entre as hostes benfiquistas. Não tanto pelo que pode trazer à equipa, antes pela situação complexa e delicada em torno do guarda-redes.

A SAD tentou encontrar uma solução para o espanhol durante o último mês mas debateu-se com grandes dificuldades perante a intransigência do jogador em ser emprestado.

Este cenário era o mais desejado pelos encarnados, porque uma época a rodar noutro clube (e noutro país, preferencialmente em Espanha) poderia devolver algum valor de mercado a Roberto, caso o guardião realizasse uma época semelhante ao que fez em 2009/10 pelo Saragoça (emprestado pelo Atlético Madrid) o que levou os benfiquistas a contratá-lo.

Neste momento, os responsáveis benfiquistas têm a consciência de que será quase impossível transferir Roberto sem perder dinheiro - foi transferido há um ano por 8,5 milhões de euros - e por isso vão integrar o guardião no plantel nesta fase inicial da pré-época.
Em exames médicos
O espanhol de 25 anos deverá ser pouco exposto (hoje nem deverá aparecer ao público, tal como os restantes colegas que só hoje se apresentam, uma vez que estará a realizar exames médicos) e assim continuará até se encontrar uma solução.

Roberto chegou mais tarde que a maioria dos companheiros de equipa, alegadamente, a pedido do próprio, uma vez que esteve a gozar lua-de-mel. Na quarta-feira a SAD informou que o guarda-redes só estaria em Lisboa durante o dia de hoje.

                                                                                                                                                  in A Bola

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Roberto só na segunda-feira




O guarda-redes Roberto recebeu autorização da SAD do Benfica para apenas se apresentar na segunda-feira, estando por isso explicado o facto de o espanhol não ter sido visto esta manhã no Seixal.
Inicio da época 2011/2012



Começa hoje para o Benfica a época 2011/2012.

23/06 Qui Testes médicos


24/06 Sex Testes médicos


27/06 Seg Início dos treinos - Caixa Futebol Campus


03/07 Dom Estágio de pré-época De 3 a 11 de Julho Centro Desportivo de Colovray, em Nyon


03/07 Dom Partida para a Suíça Estágio de pré-época Centro Desportivo de Colovray, em Nyon


15/07 Sex Torneio do Guadiana De 15 a 17 de Julho Vila Real de Santo António


20/07 Qua Benfica - Toulouse Jogo de Apresentação 2011/2012 Estádio da Luz

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Roberto também está na agenda do Atl. Madrid

 
A indefinição em torno da continuidade de De Gea no Atlético Madrid faz com que os responsáveis colchoneros tenham vários guardiões de prevenção.

Na lista dos madrilenos não consta apenas o nome de Rui Patrício. Roberto, guarda-redes por quem o Benfica pagou 8,5 milhões de euros ao At. Madrid, também faz parte das opções, tal como Diego López, do Villarreal, e Aranzubía, do Deportivo.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

A esperança de Roberto
Guardião quer ficar para limpar a má imagem



A primeira temporada no Benfica não correu de feição a Roberto, mas o guarda-redes espanhol, de 25 anos, não perdeu a confiança e quer regressar à Luz para limpar a má imagem deixada no ano de estreia com a camisola encarnada.

Imune a todo o ruído que envolve a sua situação no Benfica, a verdade é que, segundo apurámos, Roberto tem indicações para se apresentar no Seixal no próximo dia 22, altura em que as águias iniciam os trabalhos de pré-época.

Contratado ao At. Madrid por 8,5 milhões de euros, o espanhol chegou a Lisboa com a responsabilidade de substituir Quim, elemento que na época anterior tinha desempenhado papel importante na conquista do título encarnado.


Record, domingo, 12 Junho 2011

sábado, 11 de junho de 2011

Atlético de Madrid admite recuperar Roberto





O director desportivo do Atl. Madrid, José Luis Caminero, revelou, ontem, em declarações a A BOLA, que vai considerar a contratação de Roberto caso alguns dos guarda-redes do plantel deixe os colchoneros. Em Espanha, dão por garantida a partida de David de Gea para o Man. United...

Contratado ao Atlético Madrid por 8,5 milhões de euros, Roberto, guarda-redes de 25 anos, tem de apresentar-se no próximo dia 22 no Seixal, para o início da época dos encarnados. As exibições inconstantes do espanhol levaram o Benfica a avançar para a contratação do guarda-redes brasileiro Artur Moraes, 30 anos, que chega à Luz a custo zero depois do final de contrato com o SC Braga, mas, pelas declarações do director desportivo dos colchoneros, Roberto continua bem visto em Madrid.

«Neste momento, temos três jogadores para essa posição, De Gea, Joel e Asenjo. Se um deles sair, teremos de procurar um substituto, analisar vários nomes, e um deles poderá ser o de Roberto. Conheço-o muito bem, sei que não teve uma temporada muito boa no Benfica, mas aos guarda-redes acontece o mesmo que a outros jogadores, podem ter altos e baixos. No Saragoça [de Janeiro a Junho de 2010], ele foi esplêndido e a minha opinião é a de que se trata de um grande guarda-redes», afirmou, ontem, após a apresentação do novo treinador dos colchoneros, Gregorio Manzano.

O nosso Roberto casou ontem!



Roberto casou-se ontem com Marta Domínguez no Mosteiro de San Lorenzo Escorial. Foi aí que falámos com a família mais próxima do camisola 12, a qual nos deu conta do grande sentimento de injustiça que existe no clã Jiménez relativamente à forma como o guarda-redes foi criticado ao longo da temporada. "Foi muito injusto o que fizeram ao meu Roberto! Ele precisa que o deixem trabalhar", disse-nos Dionísio Jiménez, pai do guarda-redes. "Sofremos todos muito com isso ao longo da época. Para mim a temporada de Roberto foi boa. Teve algumas falhas, mas creio que toda a gente o castigou demais, esquecendo que era um jogador ainda a adaptar-se. Se o clube confiou nele, têm de lhe dar margem de confiança", declarou o pai, garantindo que o filho "não demonstrou o grande guarda-redes que é". Mas vai fazê-lo, assegura Dionísio, assim como a mãe, Flor Jiménez, e o irmão, Sérgio. "Ele vai lutar com Artur pela titularidade", comentou o irmão, de 29 anos, que também jogou futebol em pequeno. "Roberto está feliz no Benfica e vai voltar", acrescentou.



Para o pai nem sequer é mau que o Benfica tenha contratado Artur ao Braga. "Os dois têm competência e vão trabalhar juntos para cada um estar no lugar onde tiver que estar", sustentou Dionísio. "Ele é forte e o que se passou não vai influir na próxima temporada. Está a trabalhar e precisa que o deixem trabalhar. Ele ainda vai provar o grande guarda-redes que é", garantiu.



No seio da família não há, pois, dúvidas de que o jogador vai permanecer de águia ao peito. "Não vai mudar de clube", afirmou a mãe, expressando o sofrimento que sentiu ao longo da temporada pelas permanentes críticas. "É uma grande pessoa", declarou, assegurando que o filho não pensou na sua situação desportiva enquanto esteve a preparar o casamento. "Ele esteve muito concentrado. Deixou esse tema de lado, queria que tudo corresse bem na sua boda", explicou Flor. 



Benfica faltou à cerimónia

Foram todos convidados, desde equipa técnica, a jogadores, até ao presidente, mas ninguém do Benfica compareceu ao casamento, ontem, de Roberto, em Madrid. "Não se passa nada. Estão cá a família e os amigos...", comentou o noivo a O JOGO, desvalorizando tanta ausência junta. Férias e outros afazeres explicaram, segundo o pai do jogador, Dionísio Jiménez, a não vinda de qualquer jogador, treinador ou dirigente encarnado até à capital espanhola para partilhar este dia feliz do guarda-redes. Esta é a leitura do pai do guardião, mas factos são factos e a verdade é que ficou demonstrado, uma vez mais, o afastamento cada vez maior entre o Benfica e o guarda-redes.
Do clube encarnado, só esteve mesmo Balboa, jogador que tem sido persistentemente dispensado na Luz, mas que é amigo de Roberto desde a época passada, em que os dois partilharam balneário no Seixal.



Aparentemente indiferente à desfeita dos companheiros e do Benfica, o mais criticado jogador encarnado na derradeira temporada teve um dia de sonho e só a presença da reportagem de O JOGO lembrou a Roberto a sofrida época que teve de águia ao peito. "Desculpem, mas hoje não vou falar nada. Compreendam. É o meu casamento, estou feliz e quero desfrutar deste dia", disse-nos gentilmente o jogador já no local onde se realizou a boda, no Castillo de Viñuelas, às portas de Madrid, confirmando ainda que se apresentará no dia 22 para trabalhar às ordens de Jorge Jesus.



Notícia: OJOGO
Fotos: DIÁRIO DE NOTÍCIAS


Nós do blog, ficamos muito contentes e esperamos que o Roberto e a Marta sejam muito feliz, e que tenham um casamento cheio de paz e coisinhas boas. 
Vamos deixá-los descansar e aproveitar e em breve daremos os parabéns em nome do blog. (: